Acção ou operação mental, explícita ou implícita, que consiste em organizar  dados perceptivos, lexicais, etc. (colecções) em categorias ou classes definidas por certos critérios. Inserção de elementos em categorias assim formadas. A categorização já está presente nas actividades perceptivas do animal, capaz de tratar como pertencendo a uma mesma categoria estímulos que partilham um critério comum, apesar das diferenças que eles,  por outro lado, apresentam (assim, categorias quase conceptuais de «árvore» ou de «água»  foram evidenciadas no pombo). A categorização perceptiva pode aparecer como o fundamento da formação dos conceitos. No homem, ela é sem dúvida influenciada, por sua  vez, pelas categorizações semânticas .
Por outro lado, o estudo da organização das informações armazenadas na memória e da organização do léxico no sujeito falante mostrou o papel essencial que nelas desempenha a categorização, condição simultaneamente da amplitude dos dados armazenáveis e da eficácia dos processos de recuperação. Mas a arquitectura do sistema de categorização característico do  sujeito não corresponde necessariamente à sugerida pela análise formal dos dados; a categorização psicológica dos conceitos parece relevar mais dos conjuntos vagos ou dos protótipos do que das classes rigorosamente definidas.
M. Richelle
Blog em http://blogmilfolhas.blogspot.com
Share
Posted in: Psicologia.
Last Modified: Abril 10, 2014

Leave a reply

required

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.